terça-feira, 3 de maio de 2011

Vamos subir a serra?

Eu estava louco para poder vasculhar, de perto, outros tantos lugares escondidos entre os arvoredos da serra capixaba. Aproveitei o feriado de Tiradentes (21/abril) e pus no carro: Mãe e amigos para subir a serra comigo e conhecer, de perto, os sítios, fazendas, parques e hotéis da região serrana do Espírito Santo. Eu ainda não tinha ido até Domingos Martins na direção, mas a viagem pareceu tranquila e agradável. Já na saída de Castelo (ES) é possível sentir o clima diferenciado. É na chegada de Venda Nova do Imigrante (ES) que nos deparamos com paisagens que já anunciam a predominância naquelas cidades próximas. Algumas cidades da serra capixaba trazem influências culturais dos europeus o que favorece a identificação com os países estrangeiros.


Foi um dia inesquecível porque pude conhecer com liberdade os lugarejos da serra, passar pelo parque da Pedra Azul, almoçar ao som da chuva, depois comer morango como sobremesa, visitar sítios e fazendas, conhecer histórias de pessoas comuns, me encantar com móveis de uma loja de artigos luxuosos, fotografar galinhas, coelhos e paisagens e sentir que o Espírito Santo esconde muitas histórias e lugares maravilhosos que precisam ser conhecidas e reconhecidas pelos próprios capixabas.


5 comentários:

Spectro - Méier disse...

Léo, o relato sobre seu pai foi bem duro. É claro que, quem está de fora, não sabe o que acontece no olho do furacão, mas se me permite uma opinião, acho que a conversa é sempre o melhor caminho. Certamente você já deve ter tentado isso, mas tente de novo. Junte-os na sua frente. Conversem sem agressões. Abram o coração e botem os pingos nos "is". É difícil crer que um pai, capaz de gerar um filho tão talentoso, generoso e bom, não tenha orgulho e possa ouví-lo sem barreiras. Acho que depois dessa conversa, algo positivo surgirá. Tenha fé, força e vontade de realizar. Esteja de coração aberto e seja um bom ouvinte. Mire-se no exemplo da sua mãe e lute com todas as forças para que a união e a paz voltem ao seu lar e, principalmente, aos seus corações. Para Deus, nada é impossível, acredite. Fico aqui, na torcida !!!

Mayara Dias disse...

Léo, estou passando por aqui, para comentar de um possível encontro da turma do ASD no Rio. Não tem acessado o Portal(comentado), por isso estou passando aqui.O Aguinaldo disse que adoraria ir, e que faríamos a maior farra.Diz lá o que acha.Vamos sim, acho que vai ser bacana.Se puder, dê uma animada na galera.Abraço

Ps: te respondi no e-mail.

Marcos Coutinho disse...

Leo,

Como faço pra te add no msn, querido? Marcos Coutinho, do Portalão. Abs.

Paulinho Apolonio disse...

Cara, sou seu fã! Fico feliz em ver pessoas como você: que se preocupa com a arte. Adoro escrever também, mas tenho um problema: começo a escrever e depois para. Tenho 3 a 6 cadernos com anotações de possíveis histórias para todo tipo de arte, seja, cinema, televisão, teatro. Tenho um pouco de dificuldade para escrever roteiro, atos, essas coisas, então, escrevo como se tivesse escrevendo um livro.

Valther Blee disse...

Olá Leo...gostei dos seu comentarios falados sobre o Aguinaldo Silva e vi que ele disse que havera o master class 3..mas meu tempo é muito corrido e nem sempre aceso a internet com frequencia...apesar de tudo gostaria de mostrar meu trabalhos à Aguinaldo Silva mas não sei como ..gostaria de saber se vc poderia ,me ajudar se vc puder é claro..podera me ajudar da cmelhor formar possivel...umas delas é me enviando a data de inicio do Master Class...Bom eu su nasci no Maranhao mas moro em Curitiba...Meu e-mail de conattoé: valter_v7@hotmail.com ou valter_v7@yahoo.com. Obg pela sua atenção. Parabéns pelo seu trabalho.